Publicado por: Assessoria de Comunicação Fotec | outubro 24, 2012

NOVO SITE DA FOTEC

O novo layout do site da Agência fotec acaba de ser divulgado.

Todas as notícias referentes à Cientec 2012 passarão a ser postadas no site normalmente.

Acesse: Fotec.UFRN.br

Publicado por: Assessoria de Comunicação Fotec | outubro 23, 2012

Mundo Colorido dos daltônicos

Alunos de Ciências Biológicas fazem testes e falam sobre o tema na CIENTEC

Por Alice Andrade

O daltonismo é, muitas vezes, um problema desconhecido até mesmo por seus portadores. Na verdade, trata-se de uma disfunção genética a qual faz com que as pessoas tenham uma percepção diferente das cores. É sobre essa temática que os alunos do curso de Ciências Biológicas da UFRN tratam no seu estande da Cientec.

O estudante Helder Alves, graduando em Biologia, explica que o daltonismo  é uma doença que não tem cura e não é contagioso. No entanto, novas tecnologias estão sendo desenvolvidas para que seja possivel amenizá-lo. “Um óculos especial foi criado para que as cores sejam percebidas mais nitidamente. O problema não é totalmente resolvido, porém fica mais fácil de se diferenciar o que se vê com ele.”

Manuela Miguélia, aluna de Ciências Biológicas, aplica testes de daltonismo. (Alice Andrade/Agência Fotec)

O estande traz definições do daltonismo e os alunos realizam testes com os visitantes para descobrir se eles apresentam a doença. Segundo Helder Alves, dois daltônicos já foram encontrados e ambos não sabiam que apresentavam a disfunção. Segundo ele, a expectativa é que o projeto possa mostrar às pessoas que o daltonismo não é um problema tão grave e que pode-se ter uma vida normal, mesmo apresentando essa disfunção.

Helder Alves explica que o daltonismo não tem cura, mas é possível amenizá-lo. (Alice Andrade/Agência Fotec)

Para Cynthia Bezerra, aluna de Fisioterapia da UNP e visitante da Cientec, a proposta do estande é muito importante para que as pessoas possam conhecer mais sobre o tema e descobrir  se são daltônicas ou não. Segundo ela, “testes como os trazidos pelos alunos de biologia deveriam ser mais comuns em postos de saúde e hospitais, fazendo com que o conhecimento sobre a doença seja mais acessível a todos”.

Publicado por: Assessoria de Comunicação Fotec | outubro 23, 2012

Escolas públicas incentivam a sustentabilidade

Três escolas Estaduais apresentam seus trabalhos sustentáveis na CIENTEC.  

Por Andreza Dantas

As escolas Estaduais Dep. Djalma Marinho, Rosa Pignataro e Diógenes da Cunha Lima estão com um estande na CIENTEC para mostrar o resultado dos  trabalhos sustentáveis realizados por seus respectivos alunos. O estande é aberto de hoje até sábado.

Como projeto sustentável, a Escola Estadual Dep. Djalma Marinho, localizada no município de Passa e Fica, distante 101Km de Natal, apresenta o fogão solar que incentiva a iniciação científica. O fogão, feito de alumínio polido, absorve os raios solares e o lança para o foco, podendo ultrapassar 100ºC e sendo capaz de cozinhar alimentos. Além do material utilizado, o formato parabólico também contribui para a maior captação de raios solares.

Fogão Solar feito pela escola Estadual Djalma Marinho do município de Passa e Fica (Andreza Dantas/Agência Fotec)

O projeto da escola é levar o fogão para uma família da Zona Rural e, cerca de uma semana depois, voltar ao local para escutar a opinião da família e analisar o que precisa ser melhorado.

A escola Rosa Pignataro, de Nova Cruz, a 93 Km da capital, está reciclando óleo de cozinha, levado para a escola pelos alunos, para fazer produtos de limpeza, como sabão e desinfetante natural. A atual produção já supre a necessidade da escola.

Produtos de limpeza feitos de óleo de cozinha reciclado(Andreza Dantas/ Agência Fotec)

Já a escola Diógenes da Cunha Lima reaproveita papel e demais materiais descartáveis para a confecção de cadernetas e demais tipos de materiais didáticos.As três escolas citadas fazem parte da 3ª Dired e tem como objetivo incentivar a iniciação científica dos alunos e tornar a sociedade mais sustentável.

Publicado por: Assessoria de Comunicação Fotec | outubro 23, 2012

FLIQ traz oficina de criação no primeiro dia da CIENTEC

Palestrante dá dicas sobre como criar personagens e fala sobre produção em quadrinhos

Por Alice Andrade

A CIENTEC 2012 deu início às suas atividades nesta terça-feira (23) com várias programações nos pavilhões. Entre elas, a Feira de Livros e Quadrinhos de Natal (FLIQ) trouxe uma oficina sobre criação de personagens no auditório do estande da Feira das 8h30 às 11h30, na qual Diórge Trindade, roteirista e autor do faroeste em quadrinhos Kajun, trouxe ensinamentos a respeito da criação de personagens.

O roteirista deu destaque à importância de mostrar o trabalho criado para pessoas próximas, de modo a ter uma análise prévia sobre como será a recepção do público. Ele conta que pede a opinião de amigos e da esposa, Naara Martins. A ajuda dela é de extrema importância dentro do processo de criação.

Oficina de criação de personagens aconteceu no auditório do pavilhão da FLIQ (Alice Andrade/Agência Fotec)

Naara Martins diz que sempre opina no trabalho do marido e sabe analisar criticamente o que é bom ou ruim. Ela contou que são casados há um ano e, desde então, ela está sempre presente nas criações de Diórge Trindade.

Naara Martins , esposa do palestrante, disse que ajuda na análise de suas criações (Alice Andrade/Agência Fotec)

Além disso, o autor de quadrinhos também falou sobre qual é a imagem de um brasileiro que tem reconhecimento internacionalmente dentro do contexto da produção de quadrinhos. “Quando você faz sucesso em nível internacional, ou é porque você é brasileiro e seu trabalho é exótico ou é porque sua história tocou todo mundo.”, concluiu.

Ana Marques, estudante do curso de Design da UFRN, estava entre os participantes da oficina e disse que seu interesse por quadrinhos surgiu desde a infância. Suas expectativas para o evento são, segundo ela, as melhores, pois a temática de criação de personagens a interessa bastante. “Tudo que envolva quadrinhos, histórias, personagens e conflitos me faz ficar completamente interessada.”, disse ela.

 

Publicado por: Assessoria de Comunicação Fotec | outubro 23, 2012

Alecrim como centro histórico é assunto na CIENTEC 2012

Exposição traz fotos sobre a história do bairro e propostas de proteção urbana

Por Alice Andrade

Os alunos do curso de Arquitetura e Urbanismo da UFRN organizaram uma exposição sobre o bairro do Alecrim no pavilhão de Ciências e Tecnologia da Cientec 2012. O foco é a proteção do bairro como patrimônio histórico de Natal com ênfase nas questões urbana e ambiental. Eles estarão na mostra das 9h às 21h dos dias 23 e 24 de outubro.

Segundo a professora de arquitetura e urbanismo Ruth Ataíde, uma das responsáveis pela ação, a idéia surgiu a partir do trabalho de um grupo de disciplinas, como Projeto Urbano e Preservação e Técnicas Retrospectivas, e tem como objetivo despertar o interesse das pessoas a respeito do Alecrim como parte da história dos natalenses. “O Alecrim é um bairro de mais de cem anos. As pessoas tendem a considerar históricas apenas a Ribeira e a Cidade Alta, mas não é apenas isso. O bairro do Alecrim é um centro de riqueza histórica”, afirmou.

Ruth Ataíde, professora de arquitetura e urbanismo da UFRN, diz que o Alecrim também é centro histórico, assim como a Ribeira e a Cidade Alta (Alice Andrade/Agência Fotec)

Além de contar a história do bairro e ressaltar a sua importância, a mostra também foca em propostas arquitetônicas, urbanísticas e de pavimentação para o Alecrim. Há ainda ideias para que a acessibilidade seja melhorada, gerando benefícios para todos que moram ou frequentam o bairro.

Para o estudante Felipe Araújo, é preciso salientar que todas as propostas foram feitas a partir de muitos estudos sobre o local e que é essencial que as pessoas possam perceber o quão importante é o Alecrim para o contexto da nossa cidade, pois é um bairro comercial e muito antigo. “Espero que possamos passar para as pessoas que o Alecrim também é parte da história de Natal”, concluiu ele.

Exposição conta com fotos e banners sobre a história do bairro e propostas de reurbanização (Alice Andrade/Agência Fotec)

 

 

Publicado por: Assessoria de Comunicação Fotec | outubro 23, 2012

Matemática de forma diferente

Laboratório de Matemática da UFRN traz uma nova forma de ensinar

Por Matheus Soares

Entre balões coloridos e diversos brinquedos, as pessoas se amontoam em frente aos estandes 46 e 47 para aprender matemática de uma forma diferente. É o Laboratório de Matemática da UFRN, o qual expõe na CIENTEC seus trabalhos para ensinar a matéria a partir de jogos de tabuleiros, dominós e objetos tridimensionais.

De acordo com Marta Figueiredo e Gisele Sousa, respectivamente, coordenadora e vice-coordenadora do Laboratório, o projeto alcança os ensinos fundamental, médio e superior. “Eles têm condições de aprender conceitos de modo atrativo e lúdico”, disse Gisele.

Participantes aprendem conceitos matemáticos através de jogos lúdicos (Matheus Soares/ Agência Fotec )

Perguntado sobre esse método de ensino da matemática, Marco Augusto, aluno da escola Dom Nivaldo Monte, se mostra satisfeito. “Acho legal. Seria bem melhor aprender dessa forma. O cérebro ficaria bem melhor”, conclui o estudante de 15 anos.

As atividades do estande seguirão até amanhã à noite. Serão 25 bolsistas escalados para atender o público e coordenar as brincadeiras e jogos do Laboratório.

Publicado por: Assessoria de Comunicação Fotec | outubro 22, 2012

A CIENTEC também é feita por voluntários

Por Andreza Dantas

Cerca de 200 voluntários participam da Semana de Ciência, Tecnologia e Cultura (CIENTEC) esse ano, número superior ao ano passado, quando eram apenas cerca de 130. A função dos voluntários, coordenados por bolsistas da Proex, é dar apoio aos trabalhos apresentados na CIENTEC como também dar apoio técnico ao evento.

Entre os voluntários, a estudante de Educação Física Danielly Daiany, 20, participa pela primeira vez. “Espero adquirir experiência, aprender a conviver com as diferenças e ajudar ao próximo,” afirma a voluntária.

Tiveram preferência para a inscrição estudantes que estão perto de se graduar. Para participar do evento como voluntário bastava que o estudante, de qualquer curso da UFRN, fizesse sua inscrição pelo site da CIENTEC.

A CIENTEC tem início amanhã, às 8h, com cerimônia no auditório da reitoria da UFRN.

Publicado por: Assessoria de Comunicação Fotec | outubro 22, 2012

Montagens dos estandes para a Cientec chegam à fase final

Um dia antes do início do evento, a estrutura dos pavilhões está sendo concluída

Por Alice Andrade

Por Matheus Soares/Agência Fotec

Por Matheus Soares/Agência Fotec

Na véspera do primeiro dia da XVIII Semana de Ciências, Tecnologia e Cultura (CIENTEC), as montagens da estrutura física do espaço onde será realizado o evento seguem de maneira regular. A logística se definiu pela divisão de pavimentos, os quais ficaram sob responsabilidade de empresas terceirizadas.

Segundo Fred Queiroz, responsável geral das obras da empresa Prática Locações, falta em média 30% para que as montagens sejam concluídas. “A expectativa é que tudo termine amanhã de manhã”, disse.

Por Matheus Soares/Agência Fotec

Para a coordenadora geral da feira, professora Rita Luzia, as expectativas para o evento são boas. De acordo com ela, toda a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e os órgãos que a compõe estão envolvidos na Cientec. “Contamos com mais de 220 estandes este ano, mais do que no ano passado. Sem contar os que ficarão à parte, como os do Governo do Estado e o da Metrópole Digital.”, afirma ela.

Amanhã as atividades serão iniciadas com uma recepção no Hall da Reitoria da UFRN às 8h30min. Simultaneamente, também ocorre a oficina “Criação de Personagem”, com o instrutor Diorge Thomas. A programação seguirá durante todo o dia até às 20h30min, quando será iniciado o bate-papo “Marcelino Freire com Patrício Jr.”.

Publicado por: Assessoria de Comunicação Fotec | outubro 22, 2012

Blog da Fotec!

Este blog é um espaço temporário para postagem de matérias produzidas pela Agência Fotec na Cientec 2012.

Site oficial: fotec.ufrn.br

Categorias